Um dos consensos universais na medicina é que indivíduos com menor consumo de alimentos têm maior predisposição à longevidade e saúde. A obesidade é considerada hoje o maior problema de saúde pública no mundo, porque suas comorbidades representam as mais frequentes causas de morte, como doenças cardiovasculares, acidentes vasculares cerebrais, alguns tipos de câncer e diabetes.

Adicionalmente aos riscos à saúde, o obeso defronta-se com problemas sociais, emocionais e sofre enorme perda de sua qualidade de vida. Portanto, recomenda-se o controle mais cedo possível do ganho de peso.

A manutenção da composição corporal ideal, não depende apenas da lógica aritmética das calorias consumidas e do gasto calórico correspondente em exercícios, mas também dos fatores hormonais e metabólicos específicos, que variam entre os indivíduos. Outro fator fundamental é a combinação entre os macro-nutrientes de uma mesma refeição, pois duas refeições com exatamente a mesma quantidade de calorias podem sinalizar ao organismo diferentes respostas metabólicas e hormonais, com efeitos predominantemente lipolítico ou lipogênico.

Algumas sugestões para Reeducação Alimentar:

Manhã:

Copo de 300ml de água com o suco de 1/2 limão.

1 prato com frutas naturais somente. OU Como segunda opção, 2 fatias de pão integral diet com requeijão light ou queijo light. Ambas opções podem ser acompanhadas com café, preferencialmente não adoçado ou adoçado com STEVIA.

Lanche da manhã e tarde (10h e 17h) – uma porção moderada de proteínas (sem pães):

queijo cottage light, Iogurte sem açúcar ou whey protein todos com 1 olher de sopa de farinha de linhaça dourada OU;
Queijo branco (ou Polenguinho light) OU;
Ovo cozido OU;
Blanquet de peru OU;
Nozes e castanhas.

Almoço e jantar (no jantar, opcionalmente sopa sem batatas ou macarrão):

Metade do prato com proteínas, em ordem decrescente de valor biológico: Peixes, ovos caipiras, frango caipira, carne vermelha magra, frios (todos cozidos ou grelhados).

Metade do prato com salada crua o mais variada e colorida possível (alface, rúcula, pepino, tomate, cenoura, beterraba, azeitonas, palmito etc) com azeite, limão e ervas finas (nunca com maionese e molhos industrializados) + vegetais grelhados, refogados ou no vapor. EVITAR BATATA. INICIAR COMENDO OS VEGETAIS.

2 colheres de sopa de arroz integral puro ou com 2 colheres de sopa de leguminosa (feijão, ervilha, lentilha etc).

Evitar ao máximo:

AÇÚCAR E TUDO QUE O CONTÉM (doces, chocolate, geléia, balas, bolos, tortas), FRITURAS (batata, pastéis, salgadinhos), EMBUTIDOS (linguiça, salsicha, mortadela, presunto), bebidas alcoólicas, creme de leite, maionese, manteiga, margarina, massas, pão branco, refrigerantes, pure de batata.

PÃES E SALGADOS, PRINCIPALMENTE COM FARINHAS BRANCAS REFINADAS.

BEBIDAS ALCOÓLICAS

Procure utilizar diariamente:

Farinha de linhaça dourada – 2 colheres de sopa ao dia
Óleo de linhaça ou de peixe – 2 gr ao dia
Água – 4 copos pela manhã e à tarde, fora das refeições principais